Comunicação
ITpS lança curso gratuito de análise de dados para preparação para futuros surtos, epidemias e pandemias
Notícias do ITpS

ITpS lança curso gratuito de análise de dados para preparação para futuros surtos, epidemias e pandemias

03.10.2022

O Instituto Todos pela Saúde (ITpS) lança nesta segunda-feira, dia 3, o curso gratuito Análise de Dados para Vigilância em Saúde, com 45 horas/aula, para ajudar a melhorar a formação dos profissionais que atuam em emergências sanitárias no Brasil. As inscrições estão abertas no itps.org.br/cursos, e as aulas poderão ser feitas a partir do dia 17. A formação em análise de dados dá início aos Cursos Integrados em Vigilância em Saúde do ITpS.


Os cursos são direcionados prioritariamente a profissionais de saúde vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS) que desempenham ações na vigilância em saúde, mas também estendem-se a quem quer trabalhar na área. Eles foram desenvolvidos na modalidade educação a distância no formato autoinstrucional, que garante a autonomia do estudante ao possibilitar o estudo a qualquer hora com material autoexplicativo e apresentado em vários formatos (pdf, html, vídeos). Os alunos também terão acesso a ferramentas para uso diário em seu trabalho. Haverá avaliações para que o profissional mapeie seu aprendizado e emissão de certificados.


“Temos profissionais de altíssima qualidade, mas em pequeno número para atender aos desafios que teremos no futuro. Um dos pilares do Instituto Todos pela Saúde é a formação e o desenvolvimento de habilidades necessárias para o enfrentamento das próximas emergências sanitárias, por isso o investimento em cursos”, afirma o diretor-presidente do ITpS, Jorge Kalil. Os Cursos Integrados em Vigilância em Saúde são financiados pela Johnson & Johnson Foundation.


O curso Análise de Dados para a Vigilância em Saúde é composto por um módulo principal, de 45 horas, e outros seis complementares e opcionais de 10 horas cada um, que serão oferecidos a partir de novembro (mais informações abaixo). O objetivo é habilitar profissionais das vigilâncias em saúde nas técnicas mais qualificadas e rápidas de análises de dados para a rotina do serviço da área. 


Ao longo do curso, os alunos aprenderão a:



  • Gerenciar as diversas bases de dados oficiais de saúde;

  • Produzir análises e visualizações de dados de interesse para a vigilância;

  • Automatizar a produção de relatórios de rotina dos serviços da área;

  • Construir diagramas de controle para monitoramento e indicadores espaciais simples para vigilância de doenças e agravos à saúde;

  • Unir bancos de dados oficiais (linkage);

  • Formatar painéis (dashboards) para sistematização e visualização dos dados;

  • Apropriar-se de elementos básicos do software R para uso na vigilância no SUS.


O curso de análise de dados foi desenvolvido por profissionais da área da vigilância. Os temas serão abordados a partir da reflexão sobre os desafios e necessidades cotidianas da vigilância no SUS. Serão utilizados bancos de dados reais e oferecidos ao estudante códigos para análise de cobertura vacinal e casos de dengue, por exemplo, e explicações sobre gerenciamento para otimizar a atuação na vigilância em saúde.


O profissional que quiser se aprofundar mais no tema terá outros seis módulos complementares, de 10 horas/aula cada. São eles:



  • Visualização de dados de interesse para a vigilância em saúde;

  • Produção automatizada de relatórios na vigilância em saúde;

  • Construção de diagramas de controle na vigilância em saúde;

  • Linkage de bases de dados de saúde;

  • Análise espacial de dados para a vigilância em saúde;

  • Construção de painéis (dashboards) para monitoramento de indicadores de saúde.


Os outros três cursos que compõem os Cursos Integrados em Vigilância em Saúde serão lançados nos próximos meses: Investigação de Surtos e Epidemias, Plano de Contingência para Doenças Transmissíveis com Potencial Epidêmico e Introdução à Vigilância Laboratorial e Genômica.


A atuação do ITpS


O Instituto Todos pela Saúde (ITpS) é uma entidade sem fins lucrativos criada em fevereiro de 2021 com o objetivo de ajudar o Brasil a articular redes e desenvolver competências que ajudem no preparo para o enfrentamento das futuras emergências sanitárias, como surtos, epidemias e pandemias. O ITpS iniciou os trabalhos com um aporte de R$ 200 milhões feito com recursos da iniciativa Todos pela Saúde, criada em 2020 e que teve o Itaú Unibanco como principal doador.


São parceiros institucionais a Academia Brasileira de Ciências (ABC), Academia Nacional de Medicina (ANM), a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP),  a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein e a Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês.


O ITpS atua em três frentes: 



  • Fortalecimento de redes de vigilância epidemiológica - Articular redes para a obtenção de informações científicas relevantes à saúde pública e cobrir lacunas relacionadas à baixa capacidade de sequenciamento genômico;

  • Análise de dados - Promover análise e integração de bancos de dados para influenciar políticas públicas baseadas em evidências científicas;

  • Formação e informação - Desenvolver profissionais que atuem com vigilância epidemiológica, genômica e análise de dados ligados a doenças infecciosas. Tornar públicos os dados científicos.


À frente do ITpS


Renomados pesquisadores, professores e gestores integram o conselho administrativo, o comitê científico e a equipe interna do ITpS, que tem o imunologista Jorge Kalil como diretor-presidente. Professor titular de Imunologia Clínica e Alergia da Faculdade de Medicina da USP, Kalil é diretor do serviço de Imunologia Clínica e Alergia do Hospital das Clínicas de São Paulo e do Laboratório de Imunologia do Instituto do Coração (Incor). É membro do Conselho de Gestão de Dados e Segurança, grupo criado pelo governo dos EUA para supervisionar testes de vacinas anti-covid-19 no país.

Instituto Todos pela Saúde (ITpS) Av. Paulista, 1.938 – 16º andar
São Paulo - SP – 01310-942