pesquisa

Monitoramento da Ômicron - relatório 4

DATA DE PUBLICAÇÃO: 12.01.2022

Entre 1/12/21 e 8/1/22, os laboratórios DB Molecular, Dasa e CDL realizaram 58.304 testes de covid-19. Na última semana, 3.212 amostras foram positivas, sendo 3.171 (98.7%) casos prováveis da Ômicron, detectados em 191 municípios, de 18 UFs. Os dados foram analisados e consolidados pelo Instituto Todos pela Saúde (ITpS).



Os dados que apresentamos aqui foram obtidos por meio de um teste RT-PCR especial (Thermo Fisher), disponível principalmente na rede privada. Apesar dos vieses inerentes à amostragem, a Ômicron pode ter alcançado prevalência próxima a 100% em diversos estados brasileiros.



Em comparação com o nosso último relatório, observa-se grande aumento no número de casos prováveis, bem como de estados (de 9 para 18) e municípios (de 80 para 191) com detecção da variante Ômicron.



De 2/1/22 e 8/1/22, dos 8.121 testes realizados, 3.212 foram positivos para o SARS-CoV-2 (taxa de positividade = 39,5%). Entre os testes positivos, 98,7% eram casos prováveis da Ômicron, indicando rápida disseminação da variante no Brasil.



Os resultados abaixo derivam de 58.304 testes RT-PCR realizados em 478 municípios de 82 macrorregiões de saúde, em 25 UFs. Na última semana, a positividade subiu de 25,1% para ~40%.



Considerando o avanço da Ômicron e a atual epidemia de gripe, recomendamos cautela neste momento de incertezas. Máscara, distanciamento e boa circulação de ar em ambientes fechados são estratégias importantes contra qualquer variante do SARS-CoV-2 e também para o vírus da gripe.



O ITpS agradece aos laboratórios privados de diagnóstico DB Molecular, Dasa e CDL, que gentilmente disponibilizaram dados de testagem (SGTF, Thermo Fisher) para nos ajudar a ter uma visão mais apurada do cenário atual.

VOLTAR
Instituto Todos pela Saúde (ITpS) Av. Paulista, 1.938 – 16º andar
São Paulo - SP – 01310-942